Aprenda a emagrecer sem passar fome
26 de Abril de 2018
Conheça os principais benefícios da testosterona nos treinos funcionais
30 de Abril de 2018
Exibir tudo

Hipertrofia: Como conciliar o Treino Aeróbico

Sporty people on training on steppers, power step

As atividades do treino aeróbico combinam grupos musculares durante um período de tempo determinado e de forma contínua e intensa. Caminhada, natação, corrida, spinning, jump, dança e pular corda são alguns exemplos. É comum que o praticante de atividade física tenha receio de que estes exercícios prejudiquem a hipertrofia muscular. Na medida e momento certos, eles podem auxiliar seu desenvolvimento na academia.

AGENDE UMA CONSULTA

Os aeróbicos aceleram a recuperação muscular, pois aumentam a circulação sanguínea, fazendo com que os nutrientes sejam distribuídos pelo corpo. Eles também melhoram o condicionamento físico, permitindo uma capacidade de trabalho mais intensa. Para conciliar atividades aeróbicas ao treino de hipertrofia, preste atenção às dicas abaixo:

 

Avaliar as calorias gastas durante o dia

Conhecer a quantidade de calorias despendida durante o dia é essencial para o sucesso da construção muscular. O organismo necessita de certa quantidade de energia para o crescimento dos músculos. Muitas vezes é necessária a ingestão de calorias para concluir o processo. Quanto maior o desenvolvimento do tecido muscular, maior será a necessidade de energia.

É importante notar que homens e mulheres possuem desenvolvimentos distintos de massa muscular. De forma geral, homens podem aumentar a ingestão calórica em aproximadamente 15 a 20%, enquanto o ideal, para mulheres, é 10 a 15%. No entanto, o aconselhamento médico é essencial, pois especialistas poderão indicar uma dieta adequada a cada caso.

A inclusão de treinos aeróbicos melhora a queima de calorias e leva a um progresso mais rápido. Aeróbicos aumentam a sensibilidade à insulina, por exemplo, utilizando calorias para construir massa muscular ao invés de gordura.

Para ganhar massa muscular é necessário gastar mais calorias diariamente. Assim, é indicada uma alimentação balanceada e com intervalos de três a quatro horas. Fazer poucas refeições por dia leva o organismo a diminuir o metabolismo nos períodos sem alimentação, acumulando calorias.

 

Evitar o treinamento concorrente

Os aeróbicos fazem com que o organismo consuma energia e força necessárias para o treino de hipertrofia. Estes exercícios acidificam o sangue, causando fadiga muscular e diminuindo o desempenho. O treinamento concorrente combina treinamento de força, utilizado na hipertrofia, e resistência aeróbia. A prática concomitante destes treinamentos pode prejudicar o desenvolvimento da hipertrofia e da potência muscular. Um dos fatores marcantes é o tempo insuficiente de recuperação, que gera fadiga e sobrecarrega a musculatura.

Sendo assim, é necessário avaliar as musculaturas treinadas no dia e evitar a sobrecarga. Para conciliar os dois treinos de forma mais intensa, é importante realizar dias de intervalos. Desta forma, fadiga excessiva, diminuição no rendimento e fraturas podem ser evitadas. Vale ressaltar que correr em baixa intensidade e com duração de alguns minutos, antes do treino, promove a circulação sanguínea e pode prevenir lesões.

 

Para uma correta avaliação e orientação sobre treino de hipertrofia e aeróbico, deve-se buscar aconselhamento e acompanhamento médico e do educador físico. Os especialistas poderão realizar uma avaliação exata do gasto calórico e análise dos treinos e musculaturas treinadas.

AGENDE UMA CONSULTA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *