Motivação: a teoria da expectativa
4 de outubro de 2018
Você conhece a teoria da autoeficácia? Saiba como ela se relaciona aos nossos protocolos.
4 de dezembro de 2018
Exibir tudo

Saiba mais sobre o tratamento da acne em pacientes em processo de suplementação, seja hormonal ou alimentar

O termo acne se refere a espinhas e cravos oriundos de um processo inflamatório de glândulas sebáceas e de folículos pilossebáceos. Apesar de ligarmos esta característica ao período da adolescência, ela também é comum em adultos, em especial, mulheres. No entanto, é clara a relação entre exacerbação da acne e suplementação, seja ela alimentar ou hormonal.

AGENDE UMA CONSULTA

Na maioria das vezes, o paciente está ciente da ocorrência do quadro acneico durante seu processo de suplementação. No entanto, esse não é um quadro desejável, uma vez que causa desconforto devido às lesões e altera significativamente a aparência. Este último fator pode afetar o aspecto psicológico e causar insegurança e diminuição da autoestima.

Apesar deste conhecimento prévio, é função do médico disponibilizar opções terapêuticas a este paciente, a fim de controlar e amenizar o quadro acneico. O paciente pode e deve ser tratado, além de receber as devidas instruções para manter os cuidados com a pele.

 

Quais são as causas da acne?

A acne é uma condição genética, ou seja, não contagiosa, que se manifesta através dos hormônios sexuais. Devido à puberdade, é comum seu desenvolvimento na adolescência. O uso de medicamentos como corticoides e complexo B também podem levar ao aparecimento de cravos e espinhas.

A exposição excessiva ao sol e a óleos ou produtos gordurosos pioram o quadro, bem como espremer as lesões. Alterações hormonais e o uso de suplementos como Creatina ou BCAA podem intensificar os efeitos da Acne para aqueles que possuem predisposição.

 

Por que tratar a acne?

É interessante controlar a acne a fim de manter a saúde da pele e, também, pelo bem estar psicológico. Para obter resultados ainda melhores, é preciso dar início ao tratamento o quanto antes. Se possível, o paciente deve iniciar o tratamento ou prevenção da acne logo no início do uso dos suplementos.

 

Quais são os tratamentos nestes casos?

Um dos tratamentos para reduzir cravos e espinhas causados pela acne é a adoção de uma dieta específica. Alimentos ricos em gordura saturada ou com alto índice glicêmico, como batata inglesa, pães e massas, podem induzir o aparecimento de acne. Deve-se evitar o consumo abusivo de frituras, refrigerantes e alimentos que tenham elevados níveis de açúcar em sua composição. O paciente, então, deve optar por alimentos que combatam a acne, como legumes e frutas, Cereais e pães integrais podem ser aliados na luta contra cravos e espinhas.

Existem terapias exclusivamente locais, como ácido salicílico, peróxido de benzoíla ou retinoides. Há também as unicamente orais, que fazem uso de antibióticos específicos como as ciclinas, macrolídios ou sulfas. Estas opções podem ser combinadas para obter melhores resultados. Uma alternativa é o uso de hormônios ou seus bloqueadores.

A duração de qualquer terapia varia segundo a extensão das lesões e sua localização, de acordo com as características de cada paciente. Existem muitas opções de tratamento, e todas elas exigem muita paciência e disciplina por parte do paciente. Esta última é o maior obstáculo para o sucesso do tratamento. Converse e tire suas dúvidas com um profissional especializado. Ele irá avaliar seu caso de maneira individual e indicar a opção mais adequada à sua realidade.

AGENDE UMA CONSULTA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *