Tudo que você precisa saber para resolver o excesso de peso.
17 de julho de 2017
Conheça os erros mais comuns no Treino de Hipertrofia.
25 de Janeiro de 2018
Exibir tudo

Sarcopenia: O que é e como resolver?

O envelhecimento humano traz consigo processos naturais que ocorrem no corpo. Um deles é a sarcopenia, doença causada pela perda de massa e força muscular. Embora possa estar associada a outras condições de saúde, a sarcopenia costuma se manifestar em idosos e pode ser bastante debilitante, interferindo na capacidade de exercer atividades simples e, consequentemente, em sua rotina diária, fazendo com que o paciente se torne dependente da ajuda de outras pessoas.

Embora o envelhecimento não possa ser evitado, existem formas simples de se prevenir a sarcopenia e reverter parcialmente seus efeitos. O tratamento está ligado a uma alimentação saudável, atividade física regular, como a musculação, e a suplementação alimentar, entre outras medidas que visam a hipertrofia, isto é, o aumento dos músculos.

Devido à sua interferência direta na qualidade de vida, saúde e longevidade do indivíduo, é importante conscientizar a população sobre o que é a sarcopenia, como ela afeta a vida das pessoas e as formas de combatê-la. É sobre isso que falaremos nesse artigo.

O que é a sarcopenia?

Sarcopenia é o termo usado para designar a perda de massa e força muscular comum ao envelhecimento. Ela começa a partir dos 40 anos, mas seus efeitos começam a ser sentidos com mais ênfase depois dos 60. A perda de massa e força muscular dificulta a realização de atividades do dia a dia, deixando o paciente se sente mais fraco e propenso a quedas.

Essa doença se mostra muito limitadora na vida dos idosos, fazendo com que eles se tornem dependentes de outras pessoas, precisando estarem constantemente acompanhados e receberem cuidados especiais. Como a pessoa está mais sujeita a sofrer quedas e tombos, precisa evitar atividades simples como subir e descer escadas ou fazer passeios sem um acompanhante que possa ajudar em caso de queda.

A sarcopenia pode estar associado a outras condições, como obesidade, diabetes, doenças neurológicas ou cardiovasculares e alterações hormonais. Nesses casos, a doença recebe tratamento específico, podendo ser feita a modulação hormonal, por exemplo.

 

Diagnóstico

O médico costuma pedir exames que permitam que a parte interna do corpo da pessoa seja vista, como radiografia, tomografia computadorizada e ressonância magnética. Esses exames possibilitam o diagnóstico por parte do ortopedista, que irá então definir uma forma de tratamento adequada para o paciente.

É muito importante que ao notar perda de força e cansaço ao realizar pequenas atividades o idoso vá até o médico e relate esses sinais. Quedas, tombos e desequilíbrios também podem indicar que a pessoa está sofrendo de sarcopenia. Portanto, se você tem um parente idoso e notou esses sinais, leve-o até o médico.

[ut_button color=”red” target=”_blank” link=”http://conteudo.clinicaconstantino.com.br/hipertrofia-definicao-muscular” size=”large” title=” Saiba tudo sobre Hipertrofia e Definição Muscular” ]Cadastre-se e saiba tudo sobre Hipertrofia e Definição Muscular[/ut_button]

Problemas que essa doença pode causar

A sarcopenia pode causar diversos problemas e limitações na vida de uma pessoa, entre elas:

  • Perda de massa muscular;
  • Perda de força muscular;
  • Aumento no risco de tombos, quedas e, consequentemente, fraturas, principalmente quando associada à osteoporose;
  • Necessidade de cuidados especiais;
  • Necessidade de acompanhamento constante;
  • Piora na locomoção;
  • Impossibilidade de fazer atividades cotidianas como se levantar da cadeira, subir e descer escadas ou ir até o mercado sozinho;
  • Não poder passear ou caminhar sem um acompanhante;
  • Perda de agilidade;
  • Redução de equilíbrio;
  • Vida social prejudicada;
  • Pode ainda levar a problemas psicológicos resultantes da dependência de outras pessoas e da incapacidade de realizar tarefas comuns, como a depressão.

 

Como tratar a sarcopenia

O tratamento da sarcopenia consiste na mudança de rotina, incluindo uma alimentação saudável, com proteínas e carboidratos, e atividades físicas diárias que resultem na hipertrofia muscular, para isso, deve contar com exercícios que levem ao fortalecimento dos músculos, fazendo com que os membros que perderam força ganhem massa muscular novamente.

Os músculos precisam de determinados nutrientes para funcionar e se desenvolver adequadamente, sem resultar em outros problemas. A alimentação deve ser hiperproteica, pois as proteínas ajudam no crescimento e fortalecimento dos músculos.

Entre as atividades físicas, exercícios resistidos, que ajudam no fortalecimento dos músculos, são os mais indicados, porque resulta em um aumento significativo do volume e da força dos músculos. Assim, a atividade física mais indicada é a musculação, que trabalhará diretamente o ganho de massa muscular. Práticas dentro da água, como natação e hidroginástica, acabam não surtindo o mesmo efeito da musculação, pois formam menos músculos já que não sofrem tanto a pressão da gravidade.

Alimentação hiperproteica e musculação podem ser complementadas pela suplementação alimentar, que ajudará no ganho de massa muscular. A suplementação alimentar muitas vezes é indicada porque o corpo do paciente não absorve a quantidade necessária de nutrientes para se manter saudável e atingir os resultados.

Por fim, é possível ainda tratar a sarcopenia com a modulação hormonal. Alguns hormônios influenciam nos músculos e na capacidade de hipertrofia. É o caso da testosterona, por exemplo, que ajuda a reduzir a gordura do corpo e aumenta a força, sendo considerado o hormônio mais importante na hipertrofia muscular. Quando há a necessidade de repor certos hormônios, o médico indicará então a modulação hormonal.

Além de tudo isso, o acompanhamento médico é fundamental para garantir a saúde, qualidade de vida e longevidade do paciente.

 

Como prevenir?

Ninguém pode impedir o envelhecimento do corpo, por se tratar de um processo natural. Mas a sarcopenia pode ser prevenida através da prática de exercícios, principalmente a musculação, para fortalecer os músculos. Aliada à prática da musculação, uma alimentação saudável e rica em proteínas vai ajudar o indivíduo a cuidar da saúde e manter a força muscular.

 

Relação entre sarcopenia e obesidade

Há ainda a obesidade sarcopênica, que consiste na perda de músculos normal do envelhecimento aliada ao aumento de gordura. A sarcopenia em pessoas com obesidade pode acorrer devido a uma série de fatores, como a tendência a falta de atividades físicas, alimentação desequilibrada (pobre em proteínas), resistência à insulina, reações inflamatórias causadas pelas células de gordura que aumentam a perda muscular e ainda a inibição da testosterona causada pelos níveis elevados de ácido graxo.

O tratamento também consiste na prática de atividade de resistência (musculação), em uma alimentação hiperproteica, na modulação hormonal e no auxílio da suplementação alimentar para potencializar a hipertrofia e garantir a saúde do indivíduo.

 [ut_button color=”red” target=”_blank” link=”http://conteudo.clinicaconstantino.com.br/hipertrofia-definicao-muscular” size=”large” title=” Saiba tudo sobre Hipertrofia e Definição Muscular” ]Cadastre-se e saiba tudo sobre Hipertrofia e Definição Muscular[/ut_button]

Os comentários estão encerrados.