Saiba mais sobre o tratamento da acne em pacientes em processo de suplementação, seja hormonal ou alimentar
22 de outubro de 2018
Exibir tudo

Você conhece a teoria da autoeficácia? Saiba como ela se relaciona aos nossos protocolos.

A motivação permite e incentiva que as pessoas se dediquem ao cumprimento de seus objetivos. Muitas vezes, um indivíduo motivado é capaz de enfrentar diversos obstáculos para atingir suas metas ou conquistas. Nesse aspecto, as teorias motivacionais buscam explicar o comportamento humano de acordo com as teorias hedônicas concebidas por filósofos gregos. Essas, por sua vez, entendem que o comportamento humano e suas atitudes são motivados pela realização de prazeres e desejos. A teoria da autoeficácia está entre as teorias motivacionais e a definição cunhada por Bandura, em 1982, é uma das mais utilizadas.

AGENDE UMA CONSULTA

No que consiste a teoria da autoeficácia?

Esta teoria se relaciona à ideia de que a motivação para alcançar o resultado está diretamente ligada à certeza que o indivíduo possui sobre sua capacidade de ser eficaz, sua autoconfiança. Segundo Bandura, a motivação e o desempenho são necessários para cumprir determinada tarefa. No entanto, estes aspectos são diretamente influenciados pelo quanto a pessoa acredita ser eficaz para cumprir tal papel.

Sendo assim, quanto mais as pessoas acreditam em sua autoeficácia, mais confiam em sua capacidade de realizar um ofício. Quanto maior o nível de autoeficácia, mais o indivíduo se empenha para cumprir o objetivo. O contrário também acontece. Se uma pessoa não acredita ser capaz de desempenhar um papel, tende a não se dedicar tanto no cumprimento deste.

É importante ressaltar que o sujeito precisa ter as qualificações necessárias para realizar tal feito. Dependendo dos objetivos traçados, apenas a crença de ser capaz de fazê-los pode não ser suficiente para atingi-los. Da mesma forma, a autoeficácia é um aspecto que pode ser desenvolvido. O treinamento permite que a pessoa confie mais na sua capacidade e, assim, tenha sucesso nas suas atividades.

 

Como ela se aplica aos protocolos da clínica?

Primeiramente, é preciso conhecer um pouco os protocolos. São eles: Be slim, Be strong, Be healthy e Be veggie. O primeiro possui quatro fases e propõe uma adequação dos pacientes aos conceitos de alimentação saudável e treinamento. O condicionamento do paciente recebe a devida atenção, de forma a melhorar seu rendimento na atividade física. Com a estabilização de resultados, o paciente se prepara para sair do protocolo. Podemos relacionar a teoria da autoefiácia à pergunta “o quanto você acredita que é capaz de emagrecer ou alcançar sua meta?”.

O protocolo Be strong propõe uma correção das alterações laboratoriais e preparação das articulações, tendões e músculos. Em seguida, intensifica-se o aumento muscular através de uma dieta hipercalórica e treinamento de hipertrofia. Com a estabilização, pode ser necessária a terapia pós-ciclo. Por último, o paciente é preparado para a saída do tratamento. De acordo com a teoria, o questionamento seria: você avalia a sua capacidade e empenho nos treinos como eficaz pra manter seu peso ideal e alcançar aumento muscular?

O protocolo Be healthy é voltado para quem já é paciente da Clínica Constantino. Seu foco é a manutenção do seu objetivo. Este tratamento é ininterrupto. A indagação que deve ser feita é: você se sente capaz de manter a regularidade no tratamento e se manter saudável?

O protocolo Be veggie é direcionado para quem deseja se tornar vegetariano. Ele possibilita uma adaptação à uma dieta vegetariana em até seis meses. São corrigidos eventuais déficits nutricionais, equilibrando a dieta e o cotidiano do paciente para uma transição saudável. Conforme a teoria, o paciente pode se questionar: eu devo abrir mão de proteínas, eu me considero capaz disso?

Converse com seu médico sobre suas expectativas e capacidades. Ele irá avaliar seu caso de maneira individual. Desta forma, irá propor métodos e procedimentos adequados a sua realidade.

AGENDE UMA CONSULTA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *